GOVERNO REALIZARÁ REVALIDAÇÃO PARA MÉDICOS ESTRANGEIROS 2020

GOVERNO REALIZARÁ REVALIDAÇÃO PARA MÉDICOS ESTRANGEIROS 2020

 

São Paulo, 17 de maio de 2020. A “Associação Nacional de Estrangeiros e Imigrantes no Brasil (ANEIB)”, por meio do seu Presidente o advogado Grover Calderón, informou que “a pesar que burocracia brasileira impede que médicos que se formaram fora do Brasil possam exercer sua profissão de forma automática e, ajudem no combate à pandemia nestes dias de muita necessidade de médicos estrangeiros; e pese, também, a que há três anos, o Brasil não faz o exame que revalida os diplomas de medicina emitidos no exterior; o Governo brasileiro através do seu Ministro de Educação anunciou que haverá exame de revalidação de diplomas estrangeiros neste ano de 2020, sendo que o edital será publicado em julho e a prova será aplicada em outubro”.

Com efeito, o Ministério de Educação, este 14/05 informou que o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) terá novo edital publicado em julho e que a prova será aplicada em 11 de outubro, conforme expressamente o anunciou o ministro da Educação do Governo Federal, Abraham Weintraub, nesta quinta-feira, 14 de maio de 2020.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do exame, já selecionou os profissionais que formarão a comissão avaliadora do Revalida. As questões sairão do banco nacional de itens do Revalida. Composta por 10 integrantes, a comissão ficará responsável por selecioná-los.

“No fim de março deste ano, o Ministério da Saúde publicou um edital chamando médicos estrangeiros para retornarem ao programa “Mais Médicos”, em alguns casos, mesmo sem ter revalidado o diploma médico. O ingresso de médicos brasileiros sem registro também está na lei que criou o programa”, manifesta o Dr. Grover Calderón.

Como é de praxe, são duas etapas: teórica e prática. A primeira é dividida em duas etapas: 100 questões objetivas, no turno da manhã, e 5 discursivas, à tarde. Prevista para dezembro, a segunda etapa é realizada em uma estação clínica, com edital próprio, e só poderá realizá-la quem for aprovado na primeira. O candidato fará 10 anamneses — “entrevistas” para diagnóstico inicial da doença — em “pacientes” com diversos sintomas simulados.

Quem reprovar na segunda fase pode refazê-la por mais duas vezes em edições consecutivas — anteriormente, era necessário realizar todo o processo desde o início.

Nota: Se quiser mais informações deste tipo, pode enviar um e-mail para estrangeiros_aneib@yahoo.com.br com o assunto “médicos estrangeiros”.

One comment on “GOVERNO REALIZARÁ REVALIDAÇÃO PARA MÉDICOS ESTRANGEIROS 2020”

  1. MMM diz:

    Muito bom! Parabéns ANEIB!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *