SÃO PAULO TEM MAIS DE 8 MIL ALUNOS ESTRANGEIROS

SÃO PAULO TEM MAIS DE 8 MIL ALUNOS ESTRANGEIROS

São Paulo, 28 de julho de 2015. Uma crescente conexão multicultural entre alunos de diferentes lugares do mundo. É assim que tem sido nos últimos tempos entre os estudantes da rede estadual de São Paulo. São mais de oito mil alunos estrangeiros vindos de 90 países como Congo, Palestina, Bolívia, Angola e Haiti. Apenas no último ano, o número de estudantes haitianos, por exemplo, aumentou em 14 vezes. Até o primeiro semestre já somavam 127 alunos vindos do país.

Harolson Gerome, de 10 anos, o mais novo aluno haitiano da E.E. Roosevelt, se adaptou rapidamente à nova vida com novos amigos e idioma. “Eu morava no Haiti até os três anos, depois fui para a República Dominicana. Quando eu completei nove anos vim para cá. Não sou tímido, cheguei e fiz amizade muito rápido. Minha matéria preferida é matemática.”

“As crianças daqui já estão acostumadas a receberem estudantes de outras nacionalidades. Elas ajudam em tudo, no recreio, na hora de copiar a lição. Como a maioria já passou por isso, eles sempre auxiliam de alguma forma”, comenta a professora Patrícia Tiemi da E.E. Roosevelt.

O último levantamento da Educação apontou que o ano de 2014 fechou com 8.579 estudantes nascidos em 95 nações diferentes, o que representa 11,8% de aumento em relação a 2013, quando eram 7.662 estrangeiros. Dados da Secretaria também revelam que o país com o maior número de representantes é a Bolívia, seguido por Japão e Paraguai.

Nos últimos anos, porém, as escolas passaram a receber alunos de regiões de conflito ou tensão social. São estudantes vindos de regiões da África e Oriente Médio, como Angola, Síria, Congo, Palestina e Israel.

“O cadastro para o segundo semestre já está aberto e pode ser feito em qualquer unidade de ensino. Basta o responsável apresentar um documento válido de identidade, como o passaporte ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE). Caso o aluno não tenha em mãos o histórico escolar, uma avaliação é aplicada para definir a etapa correta”, explica Andrea Grecco, responsável pelo Departamento de Matrículas da secretaria.

As aulas do segundo semestre letivo de 2015 começam no dia 3 de agosto.

niños-estudiando-003

2 comments on “SÃO PAULO TEM MAIS DE 8 MIL ALUNOS ESTRANGEIROS”

  1. gaetano says:

    boa tarde so un estrangeiro que recebeo a intimacao da pf para dsair do pais e vltar no meu italia como se pode bloquear esta intimacao
    gaetano

  2. Nanci Sarto says:

    Eu gostaria de ter o privilégio de lecionar p/alunos estrangeiros pois sou da área do idioma espanhol.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *