Estrangeiros cometem crimes patrimoniais no aeroporto de São Paulo.

Estrangeiros cometem crimes patrimoniais no aeroporto de São Paulo.

Estrangeiros cometem crimes patrimoniais geralmente no aeroporto internacional de São Paulo.

SP, 11 de novembro de 2013.

No aeroporto internacional de Guarulhos em São Paulo, local onde se encontram reunidas todas as policias do Estado, criminosos estrangeiros especializados em violação ao patrimônio, continuam a teimar no cometimento de seus ilícitos penais nesse local. Segundo manifestam alguns especialistas do tema, isso se daria, por ser ai local onde há muito movimento econômico e de mercancias.

 

Eles (os criminosos) se aproveitam do momento de distração dos passageiros e praticam o crime de furto (artigo 155 do Código Penal Brasileiro), pese a que a polícia aconselha o passageiro a ficar sempre de olho na bagagem, não deixar maletas na parte superior do carrinho e verificar se não esqueceu algum pertence antes de embarcar ou sair da sala de desembarque.

 

O advogado Grover Calderón, assessor jurídico do Consulado da Colômbia em São Paulo, manifesta que “nem sempre é fácil para esses estrangeiros, saírem dos presídios quando são presos em flagrante delito; em alguns casos alem de pagar altas quantidades de dinheiro em fiança, se não têm advogados, a soltura pode demorar meses ou até anos, passando a pena ser cumprida de ponta à ponta, alem de, na maioria das vezes serem expulsos do país, não más podendo voltar ao Brasil, sob pena de estarem cometendo outro crime”.

Malas_aeroporto

As empresas aéreas afirmam que orientam os passageiros a não desviarem a atenção de seus pertences quando fazem o embarque ou quando desembarcam do avião, seja de forma verbal ou por meio de cartazes, mas muitos dos passageiros muitas vezes não prestam atenção a essas orientações.

 

 

Embora a Infraero tenha informado que já investiu milhões na aquisição de equipamentos de inspeção de segurança, essa problemática continua e não é exclusividade do aeroporto internacional de Guarulhos em São Paulo; no aeroporto de Brasília os furtos também aumentaram, bem como, nos aeroportos do Galeão (RJ) e Confins (MG), que estão entre os mais movimentados do País. Entre janeiro e julho de 2013, foram registrados oficialmente 1,2 mil furtos nos três maiores aeroportos de São Paulo, atitudes suspeitas de pessoas que se encontram no aeroporto são monitoradas tanto pelas polícias Militar, Civil e Federal, pelas câmeras de segurança espalhadas em todos os cantos dos aeroportos, quanto pela equipe de segurança destes terminais de aviação.

 

 

Segundo dados fornecidos pela Policia Federal, o delito mais comum no aeroporto internacional de São Paulo continua sendo o tráfico de drogas o qual supera aos crimes patrimoniais.

Ladrões de malas em aeroporto de São Paulo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *