Diplomas estrangeiros falsos: Polícia Federal deflagra operação de combate a diplomas falsos de medicina.

Diplomas estrangeiros falsos: Polícia Federal deflagra operação de combate a diplomas falsos de medicina.

Diplomas estrangeiros falsos: Polícia Federal deflagra operação de combate a diplomas falsos de medicina.

 

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (18) a Operação Esculápio, que investiga um suposto esquema de uso de diplomas e documentos falsos na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). O esquema obtinha a revalidação de diplomas para exercer a medicina no Brasil, inclusive, obter diploma da UFMT e, ainda, ingressar no Programa Mais Médicos do Governo Federal.

 

Foram emitidos 41 mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos nos estados do Mato Groso, Paraná, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

 

As investigações tiveram início após a UFMT informar que manteve contato com universidades bolivianas – Universidad Nacional Ecológica, Universidad Técnico Privada Cosmos e Universidad Mayor de San Simon – que confirmaram que dentre os inscritos no programa de revalidação, 41 pessoas nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições.

20:10:2013_policia-federal

Ao analisar os documentos encaminhados pela UFMT, a Polícia Federal constatou que, dos 41 inscritos no programa de revalidação, 29 foram representados por cinco advogados ou despachantes, que teriam contratado outras pessoas para realizar a inscrição dos supostos médicos.

Os acusados serão intimados para prestarem esclarecimentos, podendo ser responsabilizados pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica.

 

Fonte: ParanaOnLine.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *